Páginas

Dicas para acabar com o inchaço

Flatulência e retenção de líquidos, certamente um desses sintomas já lhe causaram inchaço e fizeram você achar que todo o esforço para conquistar um corpo em forma foi em vão. A barriga insiste em não diminuir, a celulite cisma em não te abandonar, isso sem contar o mal estar.



A retenção de líquidos é caracterizada pelo acúmulo excessivo e anormal de água entre as células do organismo. Quando esse líquido não é eliminado através da urina, causa inchaço principalmente na barriga, pés, mãos, coxas, tornozelos e mamas. Esse acúmulo de líquidos pode fazer com que a pessoa ganhe até 2kg durante um só dia.

A sua ocorrência é mais comum entre as mulheres, principalmente no período pré-menstrual devido a alterações metabólicas e hormonais que favorecem uma maior retenção de líquidos. Quando essa é a causa da retenção não há com o que se preocupar, pois o inchaço diminui assim que termina a menstruação.


Mas outros fatores, esses sim mais sérios, causam a retenção de líquido, são eles: insuficiência renal e cardíaca, hipertensão, problemas hormonais e circulatórios, e deficiência no funcionamento da tireóide. Nestes casos é fundamental o acompanhamento de um médico.

Descartados esses fatores, a retenção de líquidos normalmente está relacionada ao excesso de peso, falta de atividade física, má alimentação e dificuldade de retorno venoso. Para se livrar do incômodo, diminua o consumo de sal e alimentos ricos em sódio, como os industrializados, embutidos, conservas, etc. É importante beber pelo menos 2 litros de água por dia e praticar atividades físicas regularmente. Dependendo do caso, a drenagem linfatica é recomendada.

Já o acúmulo de gases produzidos no intestino, além da flatulência, muitas vezes causa grande desconforto, pois provocam distensão abdominal. Essa distensão que dá a sensação de inchaço e ganho de peso.

Os maiores “responsáveis” pela produção e liberação dos gases são os carboidratos que não são quebrados durante a passagem pelo estômago. Como o intestino não produz as enzimas responsáveis pela sua digestão, eles são fermentados por bactérias que ali residem, produzindo gases. Há inúmeros quadros de saúde que podem levar ao acúmulo de gases, mas, sem dúvida, a alimentação é um dos primeiros fatores que precisam ser avaliados.
Ervilha, feijão, e leguminosas em geral têm grande quantidade de carboidrato não absorvível e tendem a fermentar no intestino. Mas isso não significa que você deve excluí-los da sua dieta. Outros alimentos também são conhecidos por aumentarem a produção de gases, são eles: repolho, batata doce, cebola, couve, ovo, brócolis, entre outros.
Comer depressa faz com que você não mastigue direito os alimentos, atrapalhando assim a digestão e fazendo com que o bolo fecal chegue ao intestino sem estar adequadamente digerido. Uma dieta pobre em fibras e com baixo consumo de água dificulta o trânsito intestinal, causando prisão de ventre.

0 comentários:

Postar um comentário

Meninas não saiam sem deixar sua opinião.
vou adorar saber sua opinião.
bjuss

 

© Template Grátis por Cantinho do Blog. Quer um Exclusivo?Clique aqui e Encomende! - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré