Páginas

A escolha correta da escova dental é fundamental para a saúde das gengivas

Quanto maior o número de cerdas, maior é a eficácia da escovação na desorganização da placa dental (placa bacteriana).  A maciez na escovação é fundamental para evitar a retração gengival.

Há muitos séculos já se sabe que é importante a realização diária de uma boa higiene oral. Este hábito, na verdade, é tão antigo quanto a própria espécie humana, pois o homem primitivo utilizava os próprios dedos, folhas e gravetos para fazer a limpeza de seus dentes. Porém, apesar de todo esse esforço para manter os dentes limpos e saudáveis, os habitantes desta época apresentavam doenças gengivais, mesmo sem saber o que exatamente estava acontecendo.
As primeiras escovas dentais surgiram ainda muito tempo depois. Já as cerdas, tão importantes na função da escovação, foram desenvolvidas pelos chineses e chegaram à Europa durante o século XVII. Desde então, já está mais do que comprovado que as escovas dentais e, principalmente, as cerdas têm um papel fundamental na boa higienização oral, desorganizando a placa bacteriana que causa cárie e doença periodontal. Mas como escolher a melhor escova de dente, dentre tantas opções no mercado?
O homem primitivo não tinha opção, mas a atual sociedade globalizada pode escolher entre as diversas marcas e modelos encontrados facilmente nas farmácias e drogarias. Todavia, essa não é uma tarefa tão fácil quanto parece. A única certeza, unânime entre os profissionais da área, é que o ideal é utilizar escovas macias e com a maior quantidade possível de cerdas. Em média, no Brasil, as escovas dentais possuem cerca de duas mil cerdas, com textura macia, média ou dura, podendo machucar as gengivas.
Mas, da Suíça veio a solução para a quantidade e qualidade das cerdas. A Curaprox Sensitive CS 5460, da Curaden, é a escova que preenche todos os requisitos de segurança, conforto e tem como principal característica a presença de mais de cinco mil cerdas, ou, sendo mais exato, 5460 cerdas com uma textura ultramacia que não machuca as gengivas.  Ela reflete o que há de mais moderno em tecnologia e pesquisa voltadas para a saúde oral, pois o grande número de cerdas possibilita a remoção da placa bacteriana de forma suave, evitando traumatismos e a retração gengival a longo prazo (o objetivo é manter os dentes livres das cáries, porém, preservando a saúde gengival). As escovas disponíveis no mercado, para ter a mesma eficiência, necessitam de cerdas mais duras e desconfortáveis.
Segundo o Prof. Dr. Hugo Roberto Lewgoy, é bastante relevante a função das cerdas na higienização oral e, quanto maior o número, melhor a limpeza. “As cerdas das escovas Curaprox 5460 alcançam praticamente todas as regiões dos dentes. O cabo com design sextavado possibilita naturalmente a utilização na angulação correta durante o ato da escovação, onde a escova deve ficar inclinada em um ângulo de 45°, (metade das cerdas apoiada sobre a coroa dental e metade apoiada sobre a margem gengival), explica o Prof. Dr.Lewgoy.
 Dentre outras peculiaridades, a escova possui o diâmetro das fibras de apenas 0,10mm, que, de acordo com testes científicos, permitem o acesso a regiões de difícil higienização como, por exemplo, na região interproximal (entre os dentes) e dentro dos sulcos gengivais (margem de contorno dos dentes). “Este produto também é inovador porque tem um cabo flexível e confeccionado com um material resiliente, isto é, modela-se naturalmente à forma do arco dental e tem a capacidade de absorver forças excessivas feitas pelo usuário durante o ato da escovação”, completa o professor.

0 comentários:

Postar um comentário

Meninas não saiam sem deixar sua opinião.
vou adorar saber sua opinião.
bjuss

 

© Template Grátis por Cantinho do Blog. Quer um Exclusivo?Clique aqui e Encomende! - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré